Um carro para a família

“Não há mais espaço, e ainda precisa de trazer outra mala, uma bola e dois guarda-chuvas?”
 

Há 50 anos, a SEAT quis fornecer uma solução aos seus clientes quando lançou a carroçaria familiar da sua berlina 1430, a versão premium e melhorada do SEAT 124. Poucas pessoas viajavam de avião ou para o estrangeiro. Não existiam dois carros na família. O SEAT 1430 familiar foi concebido para satisfazer as novas necessidades da sociedade daquela altura. Não era tão volumoso quanto o SEAT 1500 Familiar, e desenvolvia-se mais facilmente nas cidades quando a densidade do trânsito aumentava e havia menos lugares de estacionamento. Tinha uma presença, servia os seus clientes no seu dia-a-dia como um carro de trabalho, não sem primeiro levar as crianças e os filhos dos vizinhos à escola. No fim-de-semana ou nas férias, provou ser um carro de turismo dinâmico, ideal para se fazer à estrada e com cinco portas para o carregar, literalmente, até ao telhado.

"Funcional e elegante", disse a imprensa na altura sobre a estética do SEAT 1430. Cromado para realçar as proporções cartesianas, um design muito arquitetónico. Ao seu lado, o Novo SEAT Leon Sportstourer parece quase orgânico, moldado pelo ar, mas mantém com uma estética pura, precisa, limpa e arrojada. A sua capacidade de conciliar as necessidades técnicas, estéticas atuais, as exigências aerodinâmicas, os aspetos práticos e de produção faz do Leon um dos produtos mais avançados do segmento na atualidade.


  • Frente: A pequena grelha do radiador do SEAT 1430 não permitiria satisfazer as necessidades de ar fresco do SEAT Leon em algumas circunstâncias. Não é uma questão apenas do arrefecimento do motor, mas também da admissão de ar, do óleo do motor e arrefecimento do condensador do ar condicionado. Gerir o ar sem comprometer a aerodinâmica só é possível com as mais avançadas ferramentas de conceção e análise de CFD.



 

  • Traseira: uma área de carga baixa e uma porta de elevação ampla são essenciais numa carroçaria familiar, mas envolve um trabalho estrutural resistente, para manter a rigidez e a segurança da estrutura. Os para-choques integrados, em vez dos proeminentes do 1430, são um desafio, para os fazer sobressair o menos possível. As lâmpadas traseiras do 1430 eram grandes, o que foi notável para a época, mas a sua funcionalidade é pouco funcional em comparação com o LED completo do Novo SEAT Leon.


  
  • Perfil: Estradas estreitas e pneus pequenos mostram um grande contraste com os arcos completos das rodas da Leon Sportstourer. Não se trata apenas de aumentar a presença da roda na silhueta do carro, mas também de alcançar os limites do carro com eles, sem os sobrecarregar (legalmente limitados). A relação entre a superfície da chapa metálica e a do vidro mostra a procura de uma alta visibilidade no SEAT 1430. Não encontrará quaisquer espelhos exteriores, porque não eram obrigatórios nessa altura.
 Hoje em dia, o Novo SEAT Leon Sportstourer está mais próximo dessa relação 1/3-2/3, o que alcança uma sensação visual de proteção e robustez. A tecnologia do Novo SEAT Leon melhora na prática a consciência ambiental do condutor. Em 1970, programas de televisão como Los Supersónicos (em Portugal “Os Jetsons”) fizeram as pessoas sonhar com dispositivos futuros. Em 2020, os SEAT não voam, mas os sistemas como o radar permitem que o próprio automóvel "veja" em más condições meteorológicas, como o nevoeiro, por exemplo. A família SEAT 1430 era 3 centímetros mais alta do que a berlina, mas pouco mais de 1 centímetro de comprimento. Hoje, o Novo Leon Sportstourer é 27 centímetros mais alto do que o Novo SEAT Leon de 5 portas. E apesar do comprimento do SEAT Leon, que é 60 centímetros mais longo que o 1430, os sensores de estacionamento, uma câmara de visão traseira, sistemas de estacionamento automático e um assistente de saída tornam agora mais fácil manobrar a níveis que eram de ficção científica há 50 anos atrás.

  • Lugares: os bancos macios e confortáveis do SEAT 1430, mesmo com estofos mistos, não podem competir com a multiplicidade de regulamentos nos bancos do Novo SEAT Leon. O encosto do Leon é realmente de apoio e moldado para permitir longas viagens sem desconforto nas costas. A ausência de encostos de cabeça mesmo nos bancos da frente é tão surpreendente aos olhos do século XXI como a presença de um cinzeiro nas portas traseiras.

  • Bagageira: A roda suplente ocupava uma grande parte da bagageira do 1430. Mesmo assim, a sua capacidade e desempenho tornaram-no o modelo de eleição para equipas de emergência e vigilância como ambulâncias ou bombeiros durante os anos 70 em Espanha. Com a sua forma útil e cúbica, o porta-bagagens de 620 litros do Novo SEAT Leon Sportstourer torna-o o carro ideal para famílias grandes com grandes necessidades de espaço - mesmo sem a modularidade dos bancos traseiros rebatíveis.

O SEAT 1430 era um verdadeiro carro de cavalheiro, as crianças na altura sabiam-no ao enfiar o nariz na janela quando estacionavam. Tinha um relógio de ponto e, no painel de instrumentos, um conta-rotações e um velocímetro que atingia 170 km/h - tal como um automóvel desportivo! O Novo SEAT Leon é ainda mais fascinante, porque não tem mostrador, mas um Cockpit Digital, o mostrador de 26 cm (10,25") que pode ser configurado ao gosto do utilizador.

O SEAT 1430 é extremamente fácil de reconhecer à distância, com os seus faróis quadrados duplos. A "Iluminação Magnífica" foi uma descrição semelhante do Novo SEAT Leon Sportstourer como era em 1430. A sua avançada tecnologia Full LED também proporciona um estilo claramente reconhecível.

Uma elegante tampa, com fecho de segurança oculta, protegeu a tampa do combustível no SEAT 1430. Hoje em dia isto seria impensável, pois é desagradável a nível do design: para o depósito maior da versão Família (47 litros em vez de 39), o gargalo para abastecer de combustível foi deslocado para o lado esquerdo do carro. Para o Novo SEAT Leon, o controlo remoto é tudo o que é preciso para abrir a tampa. Todos os Novos SEAT Leons têm uma entrada Kessy Go sem chave e serão apreciados pelas ligações USB-C para ligar ou recarregar dispositivos portáteis ou para a iluminação envolvente no habitáculo.


O SEAT 1430 era um verdadeiro carro de cavalheiro, as crianças na altura sabiam-no ao enfiar o nariz na janela quando estacionavam. Tinha um relógio de ponto e, no painel de instrumentos, um conta-rotações e um velocímetro que atingia 170 km/h - tal como um automóvel desportivo! O Novo SEAT Leon é ainda mais fascinante, porque não tem mostrador, mas um Cockpit Digital, o mostrador de 26 cm (10,25") que pode ser configurado ao gosto do utilizador.

O SEAT 1430 é extremamente fácil de reconhecer à distância, com os seus faróis quadrados duplos. A "Iluminação Magnífica" foi uma descrição semelhante do Novo SEAT Leon Sportstourer como era em 1430. A sua avançada tecnologia Full LED também proporciona um estilo claramente reconhecível.

Uma elegante tampa, com fecho de segurança oculta, protegeu a tampa do combustível no SEAT 1430. Hoje em dia isto seria impensável, pois é desagradável a nível do design: para o depósito maior da versão Família (47 litros em vez de 39), o gargalo para abastecer de combustível foi deslocado para o lado esquerdo do carro. Para o Novo SEAT Leon, o controlo remoto é tudo o que é preciso para abrir a tampa. Todos os Novos SEAT Leons têm uma entrada Kessy Go sem chave e serão apreciados pelas ligações USB-C para ligar ou recarregar dispositivos portáteis ou para a iluminação envolvente no habitáculo.


Em 1970, o SEAT 1430 utilizou o que era então considerado uma transmissão clássica. Ou seja, um motor longitudinal frontal e tração traseira. Em contraste, o Novo SEAT Leon é um clássico desta época, com um motor dianteiro transversal e tração às rodas dianteiras. Naturalmente, que o 4Drive também está disponível (mas não em Portugal), combinado com o motor 2.0 TDI.

O SEAT 1430 recebeu o seu nome da cilindrada do seu motor de quatro cilindros de 1,438 cm3. Como versão premium do SEAT 124, ofereceu mais 10 cv, até 70 cv (havia também a versão de 75 cv de potência 1430 - a versão utilizada no material de imprensa), o suficiente para anunciar 150 km/h de velocidade máxima real. Um curto curso, compressão 9:1 e um carburador de corpo duplo tiraram o máximo partido desse motor do ciclo Otto. Nunca ninguém tinha ouvido falar de nada como o ciclo Miller. Este modo Miller é utilizado pelo Novo SEAT Leon para oferecer 130 cv com um motor de capacidade semelhante de 1498 cm3. Um longo curso, injeção direta, turbo variável, uma compressão 12.5:1 e Gestão Ativa de Cilindros fazem magia. Tudo isto resulta numa eficiência extraordinária: oferecendo uma vasta gama de potências, com 130 ou 150 cv esta última em versão mHEV e uma vasta gama de motores que permite ao Novo SEAT Leon Sportstourer oferecer valores de consumo de cerca de 6 l/100km na sua configuração mHEV, ou mild-hybrid (eTSI), metade do de um SEAT 1430. O Novo SEAT Leon Sportstourer oferece uma extensa gama de motores: gasolina, gasóleo, gás natural, híbrido ou híbrido plug-in.


Em 1970, o SEAT 1430 utilizou o que era então considerado uma transmissão clássica. Ou seja, um motor longitudinal frontal e tração traseira. Em contraste, o Novo SEAT Leon é um clássico desta época, com um motor dianteiro transversal e tração às rodas dianteiras. Naturalmente, que o 4Drive também está disponível (mas não em Portugal), combinado com o motor 2.0 TDI.

O SEAT 1430 recebeu o seu nome da cilindrada do seu motor de quatro cilindros de 1,438 cm3. Como versão premium do SEAT 124, ofereceu mais 10 cv, até 70 cv (havia também a versão de 75 cv de potência 1430 - a versão utilizada no material de imprensa), o suficiente para anunciar 150 km/h de velocidade máxima real. Um curto curso, compressão 9:1 e um carburador de corpo duplo tiraram o máximo partido desse motor do ciclo Otto. Nunca ninguém tinha ouvido falar de nada como o ciclo Miller. Este modo Miller é utilizado pelo Novo SEAT Leon para oferecer 130 cv com um motor de capacidade semelhante de 1498 cm3. Um longo curso, injeção direta, turbo variável, uma compressão 12.5:1 e Gestão Ativa de Cilindros fazem magia. Tudo isto resulta numa eficiência extraordinária: oferecendo uma vasta gama de potências, com 130 ou 150 cv esta última em versão mHEV e uma vasta gama de motores que permite ao Novo SEAT Leon Sportstourer oferecer valores de consumo de cerca de 6 l/100km na sua configuração mHEV, ou mild-hybrid (eTSI), metade do de um SEAT 1430. O Novo SEAT Leon Sportstourer oferece uma extensa gama de motores: gasolina, gasóleo, gás natural, híbrido ou híbrido plug-in.


Notícia anterior
Próxima Notícia